Madeira de lés-a-lés

5 março 2019
Madeira de lés-a-lés

Quer ficar de coração cheio? Então, aqui deixamos-lhe umas dicas: se escolher o Porto Santo para viver, fique a saber que uma das atrações daquela ilha é o extenso areal de 9 quilómetros com uma areia que cura muitas maleitas. Ali, pode chinelar entre a praia e o alojamento,
desfrutar de alguns passeios a pé e usufruir de grandes momentos de introspeção. A calma reina na ilha com cinco mil habitantes. Se optar pela Madeira, os dez concelhos que a constituem têm, também, todos, algo que vai fazer com passe momentos inesquecíveis. Em
Machico, concelho mais a Este da ilha, pode desfrutar de uma linda caminhada ao cais do Sardinha, de mergulhos nas águas cristalinas e da bela praia de areia amarela no centro da capital do concelho. Em Santa Cruz, dispõe do aquaparque, de uma visita ao Cristo Rei, à
Reserva Natural do Garajau, como exemplos de várias atividades que pode organizar.

No Funchal, há uma vasta panóplia de ofertas, que passam por um passeio de teleférico, um passeio de barco para ver golfinhos e baleias, uma visita a vários museus e edifícios com história ou simplesmente, uma passagem pela cidade mais florida e alegre de Portugal. Em Câmara de Lobos, não pode perder uma visita à pitoresca baía piscatória, ao Cabo Girão e à escondida freguesia do Curral das Freiras. Já no concelho da Ribeira Brava, não perca os deslumbrantes miradouros do Espigão e da Furna. Na Ponta do Sol faça como os nómadas digitais e desfrute da imensa cultura que ali se respira no Centro John dos Passos. À noite, delicie-se na estreita ruela cheia de bares mágicos. Na Calheta, tem praia a dar com um pau.
Tem extensas paisagens que cortam a respiração. Tem a Quinta dos Prazeres e ainda o farol da Ponta do Pargo.

A Norte, delicie-se, no Porto Moniz, com as piscinas naturais ou com uma visita ao aquário. Mas tem ainda o Chão da Ribeira, onde a Laurissilva e pequenas casas típicas, convidam a uma noite de silêncio e reconciliação consigo próprio e com a natureza. Conhece a Ribeira Funda? Trata-se de uma pequena aldeia neste Município, que até há poucos anos, era servida por uma imensa escadaria e cujos habitantes e visitantes levavam mais de uma hora a pé. Hoje em dia é servida por um íngreme trajeto escondido num dos muitos túneis que servem e protegem a população madeirense mas continua a ser o paraíso. Ainda a Norte, tem São Vicente e pode visitar as grutas, as paisagens deslumbrantes e o mar selvagem. Em Santana, nada como posar para a fotografia numa das típicas casas, calcorrear miradouros e embrenhar-se na natureza profunda.

® SN - imobiliária Todos os direitos reservados.
Powered by Casafari CRM
(0) (0)
(+351) 291 220 022 (+351) 964 122 252
Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência de usuário. Ao usar o site, você confirma que aceita o uso de cookies de acordo com nossa política de privacidade.   Saiba mais